Saindo da Sombra dos outros.

Tempo de leitura: 2 minutos

Olá!

Você já sentiu que por mais que você se esforce, parece que sempre está um degrau abaixo dos profissionais que se destacam no mercado?

Isso acontece por nossa culpa mesmo.

Acho que o melhor caminho pra se tornar um profissional com uma certa notoriedade, é fazendo uma analise do que acontece por ai, e daqueles que “deram certo”.

Em primeiro lugar, as pessoas que se destacam, trilharam seu próprio caminho, criando ao longo do tempo uma personalidade que ficou marcada pra sempre. Mas como fazer isso, se vivemos à sombra das pessoas que mais gostamos? 

Ai está o ponto em que quero chegar. Precisamos sim, ter influencias, mas não ao ponto de imitá-las ao pé da letra. Me lembro de quando Eduardo Ardanuy, um grande guitarrista brasileiro, começou a esticar a corda da guitarra causando um efeito diferente. Não demorou muito até que outros guitarristas, inclusive famosos, começassem a imita-lo.

Hoje vejo músicos usando a guitarra, o amplificador e os pedais dos seus Ídolos. O Fulano de Tal da banda Tal, mudou o seu setup, então corre todo mundo pra loja e troca também. Isso não seria uma total falta de personalidade? Falo por mim mesmo, que ao longo dos anos venho trocando de equipamento em busca do melhor som, sem me dar conta de que o melhor som já está em, minha mente. Quando detectei esta falha, cheguei ao ponto de trocar de instrumento, e deixar de usar alavanca pra parecer menos com o Scott Henderson, um guitarrista de Jazz que gosto muito. Trilhei um caminho também perigoso, pois fui ao outro extremo, tocando com setup que não gostava, em busca de um novo som que fosse minha cara. Não precisa ser assim, precisamosencontrar um ponto de equilíbrio, e seguir o nosso caminho em busca de nossa musicalidade particular.

Os maiores nomes de todas as areas, trilharam seu próprio caminho.

Volto a dizer que é importantíssimo termos um parâmetro, um start, e daí em diante buscarmos aquele som que mais nos agrada, e isso implica em um melhor instrumento, equipamento etc…

Tudo o que eu cito como exemplo está ligado à música, mas não importa a tua área de atuação, você precisa encontrar o teu caminho.

Lembre-se que pegar carona no caminho dos outros parece um atalho, mas quando você alcançar a posição tão sonhada, não estará fazendo nada além do que propaganda gratuita para aquele a quem você imita, afinal de contas quem será você, senão aquele que parece com aquele outro.

Penso num pais repleto de músicos reconhecidos mundialmente, e pra que isso aconteça, precisamos mudar a mente dos nossos artistas.

Que Deus te abençoe.

Déio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *