Primeiros passos para viver de música.

Tempo de leitura: 2 minutos

Ontem tivemos um evento muito legal, foi o Lançamento “online do meu novo CD – Kaved Kavod. Como o evento foi Online, deixei uma seção aberta pra galera mandar email, e obviamente recebi muitos, mas um deles me chamou à atenção, então resolvi escrever esta mensagem.

Muitos são os passos para se viver da música, resta saber qual o teu objetivo de vida; você quer viver da música ou quer enriquecer da música? A diferença entre as duas coisas é que se você tem como objetivo o enriquecimento e porventura não conseguir o que quer, com certeza irá se frustrar a tal ponto que esta maravilhosa arte já não vai mais interessar.

Outra pergunta que caberia tranquilamente: O que você ama mais, o dinheiro ou a música?

Como qualquer ser humano, trabalho duro e tenho encontrado dentro do cenário musical o meu espaço, e pra isso tive que me reinventar, sair da “mesmice”, e aqui vai um conselho: “É melhor você ser bom naquilo que ninguém faz, do que ótimo naquilo que todo mundo faz”.

Quando você é bom naquilo que ninguém faz, você cria um caminho, mas quando for “ótimo” naquilo que ninguém faz você cria um legado. Quando digo isso, estou falando de caminhos a se chegar ao objetivo, e não o objetivo propriamente dito, afinal não importa a maneira, estamos falando de música.

Pra começar a tua história, seja “melhor” naquilo que faz, não “o melhor”, mas “melhor”. Não leve a vida como um eterno campeonato onde tem que provar pra si e pra todos que você é “o melhor” que existe. Mas seja “Melhor” que ontem, supere-se, dê o melhor de si como se hoje fosse o ultimo dia, e esta fosse a tua ultima música.

Os primeiros passos para se viver da música não são se enxergar como artista profissional e passar a cobrar por tudo o que faz. Mas sim, ser excelente em tudo, se valorizar, ter compromisso com o relógio e com a agenda, mas não se tornar mercenário, pois quando as pessoas tem você por perto quando precisam, se lembrarão de você quando puderem honrar financeiramente.

Finalmente o dia chegará em que todos farão questão de lhe dar o valor merecido.

Este pode não ser o caminho dos livros e palestras dos grandes profissionais, mas foi o caminho que escolhi trilhar e hoje além de colher os frutos, não sou visto como arrogante e mercenário, mas pelo contrario, até onde sei, todos gostam de estar por perto.

Ultimo conselho, pense duas vezes antes de dizer não a um “amigo” só por este não ter condições de te pagar, pois a vida é como um gráfico, cheia de altos e baixos, amanha teu nome pode ser riscado da lista deste mesmo “amigo” que teria a grande oportunidade a te oferecer.

Ótima semana a todos.

Déio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *