Paz – Que a paz seja o nosso árbitro.

Tempo de leitura: 1 minuto

Neste tempo onde tudo se resolve em um único clique; tempo em que o mundo gira mais rápido que antes, tudo é mais “dinâmico:, tendemos a “resolver” nossos problemas num piscar de olhos, sem perceber que na maioria das vezes “enfiamos os pés pelas mãos”

paz
paz

Agindo por impulso, nos desvencilhamos de obstáculos, mas muitas vezes, quase todas, perdemos amigos, posições ou oportunidades neste processo.

Isso acontece quando queremos ser o nosso próprio Deus, respondendo a nós mesmos as nossas questões, como se Ele fossemos.
Atribuímos a Ele escolhas e posicionamentos, quando na verdade agimos por simples impulso e arrogância.

Não, Deus não habita em meio à essa bagunça; Ele é o Deus de Paz, Ele é a própria Paz, e a não ser que haja muita paz, serenidade e amor envolvidos, fica difícil esperar Dele as nossas respostas.
Entenda o que digo, sentir “paz” significa antes de mais nada, estar em paz, e não podemos simplesmente estar em paz, quando ao nosso redor está a Guerra, rancor, mágoa etc…
Portanto te convido a apaziguar a tua vida, sentindo paz consigo mesmo, e com o próximo, pra depois estarmos prontos a ouvir a voz de Deus, que é perfeita e agradável.

Que o Senhor abençoe tua vida e tua casa.
Shalom.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *